Personalidades femininas mineiras são agraciadas com o Colar Mulheres da Inconfidência Mineira

A comenda Colar Mulheres da Inconfidência Mineira é conferida pela Ordem dos Cavaleiros da Inconfidência Mineira, em reconhecimento às mulheres que têm se destacado de maneira altruísta com serviços relevantes em benefício da história, cultura e sociedade mineiras.

Em cerimônia pública, na cidade de Belo Horizonte, realizada na Cidade Administrativa foi dado destaque especial à Magistratura, Ministério Público, Defensoria Pública, bem como às Polícias Federal, Civil e Militar Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Militares do Exército, Marinha e Aeronáutica, Sistema Prisional, Instituições Sociais, destaques da Educação, Cultura, Saúde, entre outras.

Para tanto, a Ordem dos Cavaleiros da Inconfidência Mineira, após consulta a seus Comendadores, Comandantes e responsáveis administrativos das autarquias, repartições, Comandos Militares e Forças Auxiliares, em conjunto a nossa douta Comissão de Concessão de Títulos, indicam os nomes das personalidades a serem agraciadas com o Colar Mulheres da Inconfidência Mineira.

Solange Gomes, assistente social, especialista em projetos e gestão social, atuando há 32 anos no Terceiro Setor foi uma das agraciadas com a condecoração. Solange é também uma das consultoras do Programa de Voluntariado do Terceiro Setor (PROVE) criado pelo Minas Voluntários.

“Foi uma honra receber a Comenda – Colar Mulheres da Inconfidência Mineira promovida pela Ordem dos Cavaleiros da Inconfidência Mineira,instituição cívica, filantrópica e cultural que tem como pilar do seu objetivo social um dos mais importantes movimentos sócio/culturais e histórico do Estado de Minas Gerais, a INCONFIDÊNCIA MINEIRA. Tem na sua essência uma das mais importantes premiações, ao reconhecimento de pessoas físicas e jurídicas que prestam comprovados serviços à história, a cultura e a sociedade. Merecer uma das comendas da OCIM, tem o conceito e o respeito de toda sociedade como o “dever cumprido” enquanto cidadão de bem.”

Objetivos da Comenda:
• Homenagear as grandes heroínas nacionais: Bárbara Heliodora Guilhermina da Silveira; Dona Hipólita Jacinta Teixeira de Melo e Maria Doroteia Joaquina de Seixas. E ao mesmo tempo desenvolver um grande evento no Brasil, para comemorar o Dia Internacional da Mulher, que hoje, ainda não possui uma comemoração merecida no país.
• Incentivar e difundir o sentimento de patriotismo, preservação da memória, do patrimônio cultural e do empoderamento feminino.
• Promover atividades cívicas/culturais destinadas à população local, bem como estimular o fluxo turístico na cidade de Belo Horizonte/MG, bem como ao berço da Inconfidência.
• Agraciar/reconhecer/estimular o trabalho de personalidades femininas que se destacam em prol do incentivo, apoio e divulgação das atividades relacionadas à Liberdade, à Cidadania, à Responsabilidade Social, à Cultura, à Preservação Ecológica e Ambiental, à História, ao Civismo.

Solange Gomes de Araújo, uma das homenageadas.

Solange Gomes de Araújo Braz – Assistente Social formada há 32 anos na PUC Minas, especialista em Programas e Projetos Sociais pelo Unicentro Newton Paiva, especialista em Gestão Social pela FDC, Terapeuta Familiar e Alcoologista. Sócia Proprietária da Segmento 3 – Soluções para o Terceiro Setor.