Lançamento da segunda edição da revista NAVE

OS CINCO ANOS DE LANÇAMENTO DA AGENDA 2030: POUCO A COMEMORAR, MUITO A CAMINHAR!
Durante a realização do VII Fórum Internacional – Voluntariado Transformador e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, na semana em que se comemora o Dia Internacional do Voluntariado (5 de Dezembro), trazemos a público esta segunda edição de nossa revista, com o objetivo de refletir sobre os cinco primeiros anos de lançamento da Agenda 2030, realizado no ano de 2015 pela Organização das Nações Unidas, com o apoio de todos os 193 países integrantes da organização multilateral mais importante do mundo.


Criado em 2018, o Núcleo de Altos Estudos em Voluntariado e Sustentabilidade – NAVE é uma iniciativa do Centro Mineiro de Voluntariado Transformador – MINAS VOLUNTÁRIOS e da Federação Mineira de Fundações e Associações de Direito Privado – FUNDAMIG , agora, somando forças com novos parceiros, públicos e privados, além de consultores e especialistas da área. Tendo como principal objetivo servir de fórum permanente e intersetorial para estudos, troca de experiências e construção de boas práticas e saberes nas áreas de Voluntariado e Sustentabilidade, trazemos à tona esta segunda edição com enfoque especial sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).


“Metas da ONU para 2030 estão em retrocesso no Brasil”. Esta foi a constatação da última reunião da Frente Parlamentar de Apoio ao Terceiro Setor, que aconteceu no dia 21 de outubro, realizada de forma online e com transmissão pelo site da Assembleia Legislativa de Minas Gerais – ALMG. Esta frente foi idealizada por gestão e esforços conjuntos da FUNDAMIG e MINAS VOLUNTÁRIOS junto ao Deputado Professor Cleiton (PSB), que presidiu a Terceira Reunião Extraordinária (Audiência Pública) da Comissão de Participação Popular da ALMG.


Dentre as constatações do encontro, destacamos que o cumprimento das metas de desenvolvimento sustentável tem esbarrado no aumento da pobreza. Conforme revelou o economista Michael Green, se continuarmos nesse ritmo, o mundo só alcançará essas metas em 2082. É neste tom de alerta que Mônica Villarindo, consultora internacional, abre a série de cinco artigos da presente edição. Na sequência, Luciana de Freitas e Gisela Camargos, respectivamente, idealizadora e gestora do Programa Municipal de Voluntariado – TRANSFORMAR CONTAGEM, legítimo case de governança sustentável, trazem esperança e incentivos para os novos gestores municipais, eleitos nestas eleições de 2020. Já Marina Frota, Diretora da ATADOS, traz dados concretos, apresentando a tecnologia como ferramenta legítima e eficaz para a mobilização social, especialmente no atual cenário de Pandemia que assola a humanidade. Prof. Antônio Carlos Cabral, Diretor Financeiro da FUNDAMIG, assina o quarto artigo, jogando luz à educação, por seu papel formativo e transformador. Por fim, Danusa Coutinho e Bruno Barcelos, consultores em voluntariado e responsabilidade social corporativa, reforçam o papel decisivo do setor produtivo na aceleração das ações, projetos e programas pró Agenda 2030.


Por tudo isso, temos a certeza de estar contribuindo para o despertar e aceleração no cumprimento dos ODS, especialmente o de número 17 – Parcerias e Meios de Implementação. Boa leitura!

Acesse aqui a segunda edição da revista NAVE: